Cartão Alimentação | Dicas de como montar uma marmita saudável

por | 10/08/2018

Falar em marmita é sinônimo de maior qualidade de vida e economia, isso acontece pela possibilidade de preparar alimentos em casa que possam ser consumidos de maneira prática e saudável.

Por se tratar de algo feito diariamente e armazenado em um recipiente que permanece por um longo período no trabalho, muitas pessoas têm dúvidas em escolher qual o tipo de cardápio para marmita adequado.

O grande receio é não optar por nutrientes que possam deteriorar facilmente, pois a finalidade é garantir uma alimentação rápida e sem preocupações, devido ao tempo limitado no horário de almoço.

Para evitar esses tipos de problemas é essencial ter alguns cuidados, que vão desde a escolha dos alimentos até a preparação e armazenamento na marmita,  visando aumentar a durabilidade e conservação dos alimentos e ainda evitar intoxicações alimentares.

Saiba como montar uma marmita equilibrada

Marmitas saudáveis são compostas por um conjunto de alimentos benéficos, que trazem alguns nutrientes para o corpo humano, como exemplo uma porção de salada, formada por verduras variadas, carboidratos, legumes cozidos, leguminosas e proteínas.

Que tipo de salada optar

A primeira etapa na hora de montar uma marmita é pensar no tipo de salada que deseja, lembrando que o importante é obter uma grande variedade de folhas, seja de alface, rúcula ou agrião, outras opções de cardápio para marmita também pode ser o tomate, cenoura, beterraba crua ralada.

Para facilitar ainda mais sua vida, a dica é levar em outro recipiente uma mistura de limão com azeite que possa utilizar como tempero na porção de salada.

Qual carboidrato escolher

Depois de escolher o tipo de salada que deseja colocar em sua marmita, o próximo passo é o carboidrato, para garantir uma alimentação saudável o recomendado é optar pelo arroz integral, pois ele dá uma sensação maior de saciedade.

Outras opções de carboidratos para quem deseja montar uma refeição mais fresca é a quinua, cuscuz marroquino e o tabule. Alimentos como batata, batata-doce, cará, inhame, mandioca e mandioquinha também são ricos em carboidratos e podem ser utilizados em marmitas saudáveis.

Leguminosas para compor seu prato 

Geralmente as pessoas acabam utilizando somente o feijão, mas existem outras opções de leguminosas que podem compor sua marmita, entre elas grão-de-bico, ervilha, lentilha, fava e soja.

Opte por legumes cozidos

Mudar o cardápio de vez em quando sempre é bom e ao invés de levar na marmita legumes crus, é possível optar pelos legumes cozidos, como brócolis, couve-flor, batata e cenoura. Mas vale lembrar que o indicado é cozê-los sempre no vapor, pois esse processo preserva melhor os nutrientes de cada alimento.

Tipos de proteínas que podem compor a marmita

Para quem não abre mão de carnes na alimentação, a dica é procurar diversificar os tipos de proteína animal que serão consumidos. Tenha preferência pelas carnes brancas e de uma a duas vezes por semana opte pela vermelha.

Já para os vegetarianos a proteína presente na clara de ovo e na soja são ótimas opções de cardápio para marmita. Evite frituras, pois acabam perdendo a suculência durante o armazenamento e não fazem bem para a saúde.

 

× Como podemos te ajudar?